Artroplastia (Prótese de Joelho)

PDF Imprimir E-mail

O joelho funciona como uma dobradiça, juntando dois ossos, o fêmur e a tíbia. As extremidades destes ossos são cobertos com uma grossa camada de cartilagem branca. Você tem somente uma camada dessa cartilagem em toda a vida. Se ela for danificada ou desgastada, o osso abaixo dela fica desprotegido e se atrita com o outro osso, produzindo artrite (inflamação) que causa dor, inchaço, rigidez, instabilidade e outras deformidades características. A artrite severa interfere com as atividades pessoais e limita sua vida diária.

Na Prótese de Joelho, apenas a superfície da articulação é removida, e uma gama de implantes artificiais são usados para reproduzir uma articulação o mais próximo do normal possível. Isso é possível removendo a extremidade danificada do osso e substituindo-a por superfícies de metal e plástico.

Os ligamentos, os tendões e os músculos são mantidos à medida do possível pois determinam estabilidade ao implante.